Paróquia Nossa Senhora da Vitória

A palavra “comunidade” diz que nós, os comunitários, os que se consideram participantes da comunidade, temos algo em comum. A pergunta que logo nos fazemos é: o que temos em comum, nós que vivemos e nos sentimos engajados numa determinada comunidade? Temos em comum uma tradição, com direitos e deveres, compromissos e orientações; temos em comum o Batismo que nos introduz no caminho da salvação (cf. Cl 1,21-23).

Portanto, a comunidade cristã se caracteriza pela comunhão de batizados que formam uma Paróquia. “Nela todas as diversidades humanas estão representadas e inseridas na universalidade da Igreja”. Desse modo se expressa o valor da Paróquia que, por sua vez, em comunhão com as outras Paróquias de uma determinada região ou rito, constituem uma Igreja Particular ou Diocese.

Nenhuma comunidade cristã, nenhuma Paróquia é uma ilha! Também não é um ‘gueto’ ou espaço de ‘privilegiados’. Ela é lugar de vida, espaço onde pessoas marcadas por virtudes e fragilidades buscam viver a fé, testemunhar o batismo, praticar o bem e a justiça, em comunhão com as demais comunidades e/ou Paróquias.

Paróquia Nossa Senhora da Vitória é formada por 10 comunidades listadas abaixo.
– Matriz

– Área Pastoral Santa Bárbara (Santa Bábara)

– Comunidade São Judas (Vila Uruguai)

– Comunidade Nossa Senhora do Carmo (Dom Avelar)

– Comunidade São Francisco (Parque Mão Santa)

– Comunidade Nossa Senhora de Fátima (Res. o Sonho não acabou)

– Comunidade Nossa Senhora da Guia (Árvores Verdes)

– Comunidade Nossa Senhora das Graças (Tabocas)

– Comunidade São Sebastião (Taboquinha)

– Comunidade Nossa Senhora de Lourdes (Jardim do Leste)