Nossa Senhora da Vitória

Foto da imagem NSra. da Vitória na Festa de Nossa Senhora da Vitória, Teresina-PI, Planalto Uruguai.

Nossa Senhora da Vitória é um título mariano católico venerado em Portugal, em particular na Freguesia de Famalicão, concelho da NazaréPortugal.

Na paróquia de Famalicão, um dos antigos cultos populares é a Nossa Senhora do Livramento, a qual se encontrava num pequeno nicho junto à estrada, na localidade de Quinta Nova. Esta imagem foi venerada por muitos, que por ela passavam em direcção à Nazaré. Mais tarde, teve de ser recolhida para a casa da proprietária do terreno, devido a assaltos e vandalismos.

Do culto à Senhora da Vitória em Famalicão no concelho da Nazaré, sabe-se que foi trazido pelas gentes da Praia das Paredes da Vitória, que no início do século XVI se vieram fixar, trazendo com eles o culto de Nossa Senhora da Vitória.

A primitiva Imagem da Senhora da Vitória não chegou até aos nossos dias, mas podemos ver a bandeira com a respectiva imagem, a qual facilmente se constata que tem pouco a ver com a imagem que hoje se venera, e que é datada do século XVIII.

Escultura em madeira policromada de regular qualidade, com olhos de vidro, representando a Virgem Maria com o Menino ao colo, assente numa nuvem com várias cabecinhas de anjo, sob a invocação de Nossa Senhora da Vitória, evocando a vitória da vida sobre a morte, entre o bem e o mal. Sobre o ombro esquerdo pende um manto azul bordado a efeitos vegetativos dourados, que cai em ligeiras pregas até aos pés. No seu braço esquerdo segura o Menino, de largos caracóis louros. A Imagem foi ao longo dos tempos se degradando, tendo sido feitos alguns trabalhos de restauro, os quais lhe foram retirando a pintura inicial. Foi restaurada profundamente em 20 de Maio de 2005, aquando da comemoração dos 100 anos da sua Coroação, tendo sido feito um trabalho de limpeza até à própria madeira, sendo posteriormente pintada com as cores originais.

Da herança que nos chega até hoje, só se pode ver a inúmera quantidade de ouro e mantos, entre outros objectos, que ao longo dos anos, o povo da Paróquia ofereceu à sua Padroeira. 

A festa de Nossa Senhora da Vitória tem lugar no segundo Domingo de Agosto, trazendo consigo inúmeros romeiros.

No Brasil, Nossa Senhora da Vitória é a padroeira oficial do Club de Regatas Vasco da Gama, que possui fortes conexões com a cultura portuguesa. 

Catedral Metropolitana de São Luís do Maranhão é dedicada à santa, foi edificada a partir de 1690 pela Companhia de Jesus, instalada no Maranhão desde os inícios do século XVII. Ainda no Brasil existe a devoção a Nossa Senhora da Vitória em Oeiras, a primeira capital do Piauí, tendo sido elevada a freguesia em 1696. A igreja primitiva foi substituída por um novo templo, concluído em 1733. No século XX Nossa Senhora da Vitória foi eleita padroeira do estado do Piauí. É a padroeira da Arquidiocese de Vitória do Espírito Santo e a Catedral a tem por padroeira.

Oração de Nossa Senhora da Vitória

Nossa Senhora da Vitória, 
se teu nome nos lembra a guerra, a discórdia e a desunião,
tua vida nos recorda a esperança e a paz!
Nossa Senhora da Vitória, teu nome é doce. Teu nome é suave.
Ele nos traz forças. Ele nos reforça a fé.
Nossa Senhora da Vitória, em nosso mundo, há tantas lutas. 
Os homens lutam por idéias, por bens e por fama, por ganância, por ódio, ambição.
Os homens lutam sem saber porque lutam.
Mas, tu, Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe,
tu que viveste o silêncio de Nazaré,
tu que viveste a incerteza de Belém,
tu que viveste a angústia do desterro no Egito,
tu que buscaste teu Filho entre os mestres no Templo,
tu que permaneceste de pé junto à Cruz de teu Filho,
tu que recebeste o corpo sem vida de teu Filho,
tu que, no cenáculo, aguardaste a vinda do Espírito Santo,
ensina-nos a esperar a vitória do amor sobre o mal,
ensina-nos a trabalhar pelo bem sobre a guerra,
ensina-nos a não retribuir a violência ou a traição,
ensina-nos, enfim, Virgem Maria, a perdoar e perdoar sempre.
Santa Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe, Senhora da Vitória, nossa padroeira,
roga a Deus por nós. Amém.